• EmArte e Cultura

    Emmy 2019: os principais vencedores da premiação

    Aconteceu ontem (22) em Los Angeles, o 71º Emmy Awards, premiação considerada o Oscar da TV e promovida pela Academia de Televisão dos Estados Unidos. Assim como o Oscar (confira a lista dos vencedores do Oscar deste ano), a cerimônia do Emmy deste ano não contou com um apresentador fixo.

    Game of Thrones venceu como “melhor série dramática do Emmy 2019“, o principal prêmio da noite. A série também ajudou a alavancar os prêmios da HBO, que levou 34 prêmios na noite, enquanto Netflix conquistou 27 e a Amazon, 15. Outros vencedores da noite incluem Chernobyl, como Melhor Minissérie e Melhor Roteiro de Minissérie ou Filme para TV, Billy Porter, de Pose, como Melhor Ator de Série de Drama, e Jharrel Jerome, que desbancou os vencedores do Oscar Mahershala Ali e Sam Rockwell e ficou com o prêmio de Melhor Ator em Minissérie ou Filme para TV por Olhos que Condenam.

    Veja os principais vencedores do Emmy 2019:

    Série dramática

    Game of Thrones – VENCEDORA 🏆
    Better Call Saul

    Segurança em Jogo
    Killing Eve
    Ozark
    Pose
    Succession
    This Is Us

    Série cômica

    Fleabag – VENCEDORA 🏆
    Barry
    The Good Place

    The Marvelous Mrs. Maisel
    Boneca Russa
    Schitt’s Creek
    Veep

    Atriz em série dramática

    Jodie Comer (Killing Eve) 🏆
    Viola Davis (How to Get Away with Murder)
    Laura Linney (Ozark)
    Mandy Moore (This Is Us)
    Sandra Oh (Killing Eve)
    Robin Wright (House of Cards)
    Emilia Clarke (Game of Thrones)

    Ator em série dramática

    Billy Porter (Pose) – VENCEDOR 🏆
    Jason Bateman (Ozark)
    Sterling K. Brown (This Is Us)
    Kit Harington (Game of Thrones)
    Bob Odenkirk (Better Call Saul)
    Milo Ventimiglia (This Is Us)

    Atriz coadjuvante em série dramática

    Julia Garner (Ozark) – VENCEDORA 🏆
    Lena Headey (Game of Thrones)
    Sophie Turner (Game of Thrones)
    Maisie Williams (Game of Thrones)
    Gwendoline Christie (Game of Thrones)
    Fiona Shaw (Killing Eve)

    Ator coadjuvante em série dramática

    Peter Dinklage (Game of Thrones) – VENCEDOR 🏆
    Jonathan Banks (Better Call Saul)
    Giancarlo Esposito (Better Call Saul)
    Alfie Allen (Game of Thrones)
    Nikolaj Coster-Waldau (Game of Thrones)
    Michael Kelly (House of Cards)
    Chris Sullivan (This Is Us)

    Atriz em série cômica

    Phoebe Waller-Bridge (Fleabag) – VENCEDORA 🏆
    Christina Applegate (Disque Amiga para Matar)
    Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Julia Louis-Dreyfus (Veep)
    Natasha Lyonne (Russian Doll)
    Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)

    Ator em série cômica

    Bill Hader (Barry) – VENCEDOR 🏆
    Anthony Anderson (Black-ish)
    Don Cheadle (Black Monday)
    Ted Danson (The Good Place)
    Michael Douglas (O Método Kominsky)
    Eugene Levy (Schitt’s Creek)

    Ator coadjuvante em série cômica

    Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel) – VENCEDOR 🏆
    Anthony Carrigan (Barry)
    Stephen Root (Barry)
    Henry Winkler (Barry)
    Alan Arkin (O Método Kominsky)
    Tony Hale (Veep)

    Atriz coadjuvante em série cômica

    Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel) – VENCEDORA 🏆
    Sarah Goldberg (Barry)
    Sian Clifford (Fleabag)
    Olivia Colman (Fleabag)
    Betty Gilpin (GLOW)
    Kate McKinnon (Saturday Night Live)
    Marin Hinkle (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Anna Chlumsky (Veep)

    Ator em série limitada ou filme para a TV

    Jharrel Jerome (Olhos que Condenam) – VENCEDOR 🏆
    Mahershala Ali (True Detective)
    Benicio Del Toro (Escape at Dannemora)
    Hugh Grant (A Very English Scandal)
    Jared Harris (Chernobyl)
    Sam Rockwell (Fosse/Verdon)

    Série limitada

    Chernobyl – VENCEDORA 🏆
    Escape at Dannemora
    Sharp Objects
    Olhos que Condenam
    Fosse/Verdon

    Filme para a TV

    Black Mirror: Bandersnatch – VENCEDOR 🏆
    Brexit
    Deadwood
    King Lear
    My Dinner with Hervé

    Atriz em série limitada ou filme para a TV

    Michelle Williams (Fosse/Verdon) – VENCEDORA 🏆
    Amy Adams (Sharp Objects)
    Patricia Arquette (Escape at Dannemora)
    Joey King (The Act)
    Niecy Nash (Olhos que Condenam)
    Aunjanue Ellis (Olhos que Condenam)

    Ator coadjuvante em série limitada ou filme para a TV

    Ben Whishaw (A Very English Scandal) – VENCEDOR 🏆
    Stellan Skarsgård (Chernobyl)
    Paul Dano (Escape at Dannemora)
    Michael K. Williams (Olhos que Condenam)
    Asante Blackk (Olhos que Condenam)
    John Leguizamo (Olhos que Condenam)

    Atriz coadjuvante em série limitada ou filme para a TV

    Patricia Arquette (The Act) – VENCEDORA 🏆
    Emily Watson (Chernobyl)
    Margaret Qualley (Fosse/Verdon)
    Patricia Clarkson (Sharp Objects)
    Marsha Stephanie Blake (Olhos que Condenam)
    Vera Farmiga (Olhos que Condenam)

    Direção de série dramática

    Ozark (episódio Reparations) – VENCEDORA 🏆
    Game of Thrones (episódio The Iron Throne)
    Game of Thrones (episódio The Last of the Starks)
    Game of Thrones (episódio The Long Night)
    Killing Eve (episódio Desperate Times)
    Succession (episódio Celebration)
    The Handmaid’s Tale (episódio Holly)

    Roteiro de série dramática

    Succession (episódio Nobody Is Ever Missing) – VENCEDORA 🏆
    Better Call Saul (episódio Winner)
    Bodyguard (episódio Episode 1)
    Game of Thrones (episódio The Iron Throne)
    Killing Eve (episódio Nice and Neat)
    The Handmaid’s Tale (episódio Holly)

    Roteiro de série cômica

    Fleabag (episódio Episode 1) – VENCEDORA 🏆
    Barry (episódio ronny/lily)
    PEN15 (episódio Anna Ishii-Peters)
    Boneca Russa (episódio Nothing In This World Is Easy)
    Boneca Russa (episódio A Warm Body)
    The Good Place (episódio Janet(s))

  • EmArte e Cultura

    ‘Chaves’ ganha musical no Brasil com estreia em agosto

    Quem não conhece o Chaves, a Dona Florinda, o Seu Madruga, o Kiko, a Chiquinha e companhia? Há mais de 45 anos em exibição no México e 35 anos no Brasil, “Chaves” é um caso de sucesso mundial, com transmissões em diversos países. Mas agora já pensou um musical do seriado mexicano?

    O programa que crescemos assistindo ganhará um musical em São Paulo no segundo semestre deste ano. Não se trata de um episódio de Chaves transposto para os palcos e sim uma homenagem ao gênio da comédia, Roberto Gómez Bolaños, e todo o seu legado, que diverte e emociona diferentes gerações até hoje. Além disso, os produtores prometeram reproduzir fielmente o cenário mais conhecido da carreira de Bolaños: a Vila do Chaves.

    Esta é a primeira produção dessa natureza endossada e licenciada pelo Grupo Chespirito, e pelo SBT. A montagem promete surpreender os fãs do seriado – e o público em geral – com roteiro inédito da diretora musical Fernanda Maia e direção geral de Zé Henrique de Paula, ambos conhecidos por musicais como “Urinal – o musical” e “Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812”. Canções clássicas da série e composições inéditas também farão parte do espetáculo.

    A apresentação será no Teatro Opus, em São Paulo, e conta com Matheus Ribeiro (Chaves), Carol Costa (Chiquinha), Diego Veloso (Quico), Andrezza Massei (Dona Clotilde) e Andre Pottes (Seu Madruga).

    Os ingressos estarão disponíveis para a venda a partir do dia 27 de junho pelo site e na bilheteria do teatro.

  • EmArte e Cultura

    Fotógrafa tira selfies com celebridades que já se foram

    Viagem no tempo? Não, é Photoshop! A fotógrafa Flóra Borsi, de 26 anos, criou uma série de montagens em preto e branco com celebridades que já não estão mais entre nós. O que chama atenção é quão realistas ficaram as fotos que, além de passarem pelo programa de edição de imagens, tiveram um estudo bem detalhado na pré produção: as posições de suas selfies e o figurino, por exemplo, ajudaram no resultado final.

    “Fiz pesquisa dos estilos de moda e cabelo apropriados, depois analisei os artefatos de iluminação, perspectiva e profundidade de cada imagem. Depois disso, tirei fotos correspondentes com os mesmos critérios técnicos”, explica.

    Recriando perfeitamente o estilo de cada época e situação, Flóra dá um impressionante show de edição que nos faz acreditar que ela realmente esteve com diversos ícones. Confira:

    E você, se pudesse viajar no tempo e encontrar com uma celebridade que já morreu para tirar uma selfie, quem escolheria?

    Postador por Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmArte e Cultura

    “Vingadores: Ultimato” bate recorde de bilheteria no primeiro final de semana

    De acordo com a Variety, o mais novo filme do universo Marvel, “Vingadores: Ultimato”, lançado na ultima quinta-feira (25), bateu a arrecadação de 1.2 bilhões de dólares no primeiro final de semana de exibição! “Guerra Infinita”, possuía a marca de 258 milhões de dólares. Assista ao trailer abaixo:

    A arrecadação colocou o longa na 18ª posição das melhores bilheterias dos últimos tempos, sendo a 6ª maior entre os filmes da companhia.

    O que resta saber agora é se o filme será capaz de chegar ao topo do ranking das maiores bilheterias da História. “Avatar”, atual líder da lista, acumulou 2,78 bilhões de dólares nas bilheterias globais. O quarto “Vingadores” pode sofrer uma queda brusca de arrecadação nas próximas semanas, mas o jogo pode virar, em vista que o recorde do bilhão era até então impossível de se alcançar.

    E você, já conseguiu assistir “Vingadores: Ultimato”? O que achou do filme?

    Postador por Meme Digital – Agência de Marketing Digital em Campinas | São Paulo/SP

  • EmArte e Cultura

    Os Vencedores do Oscar 2019 – Lista Completa

    Se você dormiu durante a cerimônia, ou se assistiu e já esqueceu quem ganhou, ou se você é como eu que assistiu tudo e ainda está vibrando com os resultados e quer ler tudo sobre a premiação, se liga na lista completa dos vencedores do Oscar 2019!

    MELHOR FILME

    Pantera Negra
    Infiltrado na Klan
    Bohemian Rhapsody
    A Favorita
    Green Book – O Guia – Vencedor
    Roma
    Nasce Uma Estrela
    Vice

    MELHOR DIREÇÃO

    Spike Lee, Infiltrado na Klan
    Paweł Pawlikowski, Guerra Fria
    Yorgos Lanthimos, A Favorita
    Alfonso Cuáron, Roma – Vencedor
    Adam McKay, Vice

    MELHOR ATRIZ


    Yalitza Aparicio, Roma
    Glenn Close, A Esposa
    Olivia Colman, A Favorita – Vencedora
    Lady Gaga, Nasce Uma Estrela
    Melissa McCarthy, Poderia me Perdoar?

    MELHOR ATOR


    Christian Bale, Vice
    Bradley Cooper, Nasce Uma Estrela
    Willem Dafoe, No Portal da Eternidade
    Rami Malek, Bohemian Rhapsody – Vencedor
    Viggo Mortensen, Green Book – O Guia

    MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

    Amy Adams, Vice
    Marina de Tavira, Roma
    Regina King, Se a Rua Beale Falasse – Vencedora
    Emma Stone, A Favorita
    Rachel Weisz, A Favorita

    MELHOR ATOR COADJUVANTE

    Mahershala Ali, Green Book – O Guia – Vencedor
    Adam Driver, Infiltrado na Klan
    Sam Elliot, Nasce uma Estrela
    Richard E. Grant, Poderia me Perdoar?
    Sam Rockwell, Vice

    MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

    “All The Stars”, Pantera Negra
    “I’ll Fight”, RBG
    “Shallow”, Nasce uma Estrela – Vencedor
    “The Place Where Lost Things Go”, O Retorno de Mary Poppins
    “When A Cowboy Trades His Spurs For Wings”, A Balada de Buster Scruggs

    MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

    A Balada de Buster Scruggs
    Infiltrado na Klan – Vencedor
    Poderia me Perdoar?
    Se a Rua Beale Falasse
    Nasce Uma Estrela

    MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

    A Favorita
    No Coração da Escuridão
    Green Book – O Guia – Vencedor
    Roma
    Vice

    MELHOR MAQUIAGEM

    Border
    Vice – Vencedor
    Duas Rainhas

    MELHOR TRILHA SONORA

    Pantera Negra – Vencedor
    Infiltrado na Klan
    Se a Rua Beale Falasse
    Ilha dos Cachorros
    O Retorno de Mary Poppins

    MELHOR DOCUMENTÁRIO

    Free Solo – Vencedor
    Hale County this Morning, This Evening
    Minding the Gap
    RBG
    Of Fathers and Sons

    MELHOR FIGURINO

    A Balada de Buster Scruggs
    Pantera Negra – Vencedor
    A Favorita
    O Retorno de Mary Poppins
    Duas Rainhas

    MELHOR MONTAGEM

    Infiltrado na Klan
    Bohemian Rhapsody – Vencedor
    A Favorita
    Green Book – O Guia
    Vice

    MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

    Pantera Negra – Vencedor
    A Favorita
    O Primeiro Homem
    O Retorno de Mary Poppins
    Roma

    MELHOR FOTOGRAFIA

    Guerra Fria
    Roma – Vencedor
    Nasce Uma Estrela
    A Favorita
    Nunca Deixe de Lembrar

    MELHOR EDIÇÃO DE SOM

    Pantera Negra
    Bohemian Rhapsody – Vencedor
    O Primeiro Homem
    Um Lugar Silencioso
    Roma

    MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

    Cafarnaum, Líbano
    Guerra Fria, Polônia
    Nunca Deixe de Lembrar, Alemanha
    Roma, México – Vencedor
    Assunto de Família, Japão

    MELHOR MIXAGEM DE SOM

    Pantera Negra
    Bohemian Rhapsody – Vencedor
    O Primeiro Homem
    Roma
    Nasce Uma Estrela

    MELHOR ANIMAÇÃO

    Os Incríveis 2
    Ilha dos Cachorros
    Mirai
    WiFi Ralph: Quebrando a Internet
    Homem-Aranha no Aranhaverso – Vencedor

    MELHOR CURTA ANIMADO

    Comportamento Animal
    Bao – Vencedor
    Fim de Tarde
    Um Pequeno Passo
    Weekends

    MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM

    Black Sheep
    A Partida Final
    Lifeboat
    Uma Noite no Madison Square Garden
    Absorvendo o Tabu – Vencedor

    MELHOR CURTA METRAGEM DE FICÇÃO

    Detainment
    Fauve
    Marguerite
    Mother
    Skin – Vencedor

    MELHORES EFEITOS VISUAIS

    Vingadores: Guerra Infinita
    Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível
    O Primeiro Homem – Vencedor
    Jogador Nº 1
    Han Solo – Uma História Star Wars

    Redação Meme Digital – Agência de Marketing Digital em Campinas
    fotos/reprodução

  • EmArte e Cultura

    E se Wes Anderson e Quentin Tarantino fizeram seus pratos favoritos?

    E se o Tarantino filmasse a receita do seu prato favorito? | Meme Digital – Agência de Marketing Digital em Campinas | São Paulo/SP

    Em sua nova série no YouTube, #FoodFilms, o artista e diretor de culinária David Ma se inspira em cineastas famosos para demonstrar receitas famosas. Ma acaba de lançar quatro episódios, cada um apresentando um prato diferente filmado no estilo de diferentes diretores.

    Wes Anderson – Diretor de O Grande Hotel Budapeste

    Ma canaliza Wes Anderson para demonstrar como fazer s’mores. Tanto que, se o vídeo fosse mais doce, daria até náusea.

    Michael Bay – Diretor de Armagedom

    Um vídeo de waffle inspirado em Michael Bay é repleto de ação. Espero que Ma tenha conseguido manter o orçamento para este abaixo de 200 milhões de dólares.

    Alfonso Cuarón – Diretor de Roma

    Alguns podem conhecer Alfonso Cuarón por E Sua Mãe Também, enquanto outros podem estar mais familiarizados com Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Mas, essas panquecas foram claramente deixadas no chão da sala de edição depois que Cuarón dirigiu Gravidade.

    Quentin Tarantino – Diretor de Kill Bill

    Só Quentin Tarantino poderia transformar um prato de conforto como espaguete e almôndegas em uma bagunça sangrenta que quase não é segura pro trabalho.

    Cada um dos vídeos tem aproximadamente um minuto de duração, e toda a cinematografia deve ser instantaneamente reconhecível até mesmo para modestos fãs de cinema – elogios para Ma em um trabalho bem feito. Só não espere encontrar lições culinárias reais nesta série. Para receitas de pratos inspirados em filmes, os espectadores vão ter que procurar em outro lugar.

    What If Wes Anderson and Quentin Tarantino Made Your Favorite Foods? via Eater

    Postador por Meme Digital – Agência de Marketing Digital em Campinas | São Paulo/SP

  • EmArte e Cultura

    Streaming, no cinema ou na TV: Onde encontrar e assistir aos filmes do Oscar 2019

    Oscar 2019 | No dia 24 de fevereiro acontece a 91ª edição do Oscar, o prêmio mais popular do cinema. Ao contrário das últimas edições, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood apostou em temáticas diversificadas, o que inclui o primeiro filme de super-heróis (Pantera Negra), e o primeiro longa de uma empresa de streaming (Roma, produção da Netflix) indicados à estatueta dourada.

    Mas como fazer para ver os indicados ao Oscar? Fiz uma lista com os locais onde você pode assistir aos principais concorrentes. Escolha os seus preferidos e bom filme!

    Filmes do Oscar em streaming

    ‘Roma’ | Oscar 2019

    Indicado a 10 Oscars, incluindo melhor filme, filme estrangeiro, diretor (Alfonso Cuáron), atriz (Yalitza Aparicio) e atriz coadjuvante (Marina De Tavira). Vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza do ano passado, o longa remete as lembranças da infância do cineasta Alfonso Cuáron no México dos anos 1970. É a primeira produção da Netflix a concorrer ao Oscar, e um dos favoritos aos principais prêmios. Está disponível no canal de streaming desde 14 de dezembro, quando também ganhou algumas sessões gratuitas em cinemas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Atualmente a Netflix está programando exibições do filme, em sessões únicas, em outras cidades brasileiras. Para saber onde assistir no cinema, acesse aqui.

    ‘The Ballad of Buster Scruggs’ | Oscar 2019

    Com três indicações, era a aposta inicial da Netflix ao Oscar quando foi lançado no Festival de Veneza 2018, onde ganhou o prêmio de melhor roteiro. O longa dos irmãos Coen é uma antologia de faroeste em seis partes, onde cada capítulo conta uma história distinta e independente. Já disponível no canal de streaming desde novembro.

    Filmes do Oscar 2019 nos cinemas

    ‘A Favorita’ | Oscar 2019

    Indicado a 10 Oscars, incluindo melhor filme, diretor (Yorgos Lanthimos), atriz (Olivia Colman) e atriz coadjuvante (Emma Stone e Rachel Weisz). Vencedor da Coppa Volpi de melhor atriz (Colman) e Grande Prêmio do Júri no Festival de Veneza do ano passado, narra as manipulações e relações tendenciosas que acontecem no reino da rainha Anne, na Inglaterra do século 18. Forte candidato aos principais prêmios, estreia nesta quinta, 24 de janeiro.

    ‘Infiltrado na Klan’ | Oscar 2019

    Indicado em sete categorias, incluindo melhor filme, diretor (Spike Lee) e ator coadjuvante (Adam Driver). É a primeira indicação de Lee, um dos mais influentes cineastas americanos, ao Oscar de direção. Baseado em história real, narra como um policial negro conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan. Ganhou o Grande Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2018, e estreou nos cinemas brasileiros em novembro.

    ‘Vice’ | Oscar 2019

    Com oito indicações, incluindo melhor filme, diretor (Adam McKay) e ator coadjuvante (Sam Rockwell), é o favorito na categoria de ator, com Christian Bale. Ele interpreta o vice-presidente americano Dick Cheney, um dos homens mais influentes do mundo na Era Bush. Bale – ganhador do Oscar de ator coadjuvante em 2011 por “O Vencedor” – vem conquistando todos os prêmios desta temporada. O filme estreia no dia 31 de janeiro.

    ‘Green Book – O Guia’ | Oscar 2019

    Indicado a cinco Oscars, incluindo melhor filme, ator (Viggo Mortensen) e ator coadjuvante (Mahershala Ali). Vencedor do Festival de Toronto, do Globo de Ouro e do prêmio do Sindicato dos Produtores de Hollywood (considerado o melhor termômetro do Oscar). O longa se passa nos anos 1960 e conta a história real de um ítalo-americano que se torna motorista de um conceituado músico negro. Juntos, partem em uma viagem pelo sul dos EUA, em uma época de violenta segregação racial. Estreia nesta quinta, dia 24 de janeiro.

    ‘Bohemian Rhapsody’ | Oscar 2019

    Concorre a cinco Oscars, incluindo melhor filme e ator (Rami Malek), categorias em que venceu o Globo de Ouro no início de janeiro. A cinebiografia de Freddie Mercury, vocalista do Queen, esteou nos cinemas em outubro do ano passado, e retornou à telona este ano devido ao grande sucesso de público. Malek é o mais forte adversário de Christian Bale na disputa pela estatueta dourada de ator.

    ‘Se a Rua Beale Falasse’ | Oscar 2019

    Com três indicações ao Oscar, é o favorito na categoria de atriz coadjuvante, graças a interpretação de Regina King. Novo filme de Barry Jenkins, diretor de “Moonlight: Sob a Luz do Luar” (vencedor do Oscar em 2017). Ambientado no Harlem da década de 1970, conta a história de amor de um casal afro-americano que se separa depois que o rapaz é acusado de um crime que não cometeu. Estreia no dia 7 de fevereiro.

    ‘Guerra Fria’ | Oscar 2019

    Com três indicações, é a grande surpresa do Oscar. O cineasta polonês Pawel Pawlikowski ganhou o prêmio de direção no Festival de Cannes do ano passado, categoria em que também foi indicado à estatueta dourada. Em 2015, ele ganhou o Oscar de filme estrangeiro com Ida. Dessa vez, Pawlikowski conta uma história de amor que se passa durante a Guerra Fria, entre um músico amante da liberdade e uma jovem cantora, ambos com histórias e temperamentos completamente diferentes. Estreia no dia 7 de fevereiro.

    ‘A Esposa’ | Oscar 2019

    Indicado ao Oscar de melhor atriz com Glenn Close, que é a favorita ao prêmio. É a sétima indicação de Close, que nunca ganhou a estatueta. Na trama, ela interpreta uma aparentemente submissa esposa, que questiona suas escolhas ao acompanhar seu marido, um escritor famoso, a uma viagem para que ele receba o Nobel de Literatura. Já em cartaz nos cinemas brasileiros.

    ‘Cafarnaum’ | Oscar 2019

    Indicado na categoria de filme estrangeiro, é o terceiro longa da atriz, roteirista e diretora libanesa Nadine Labaki. A história se passa em Beirute, entre guetos e cortiços, onde o menino Zain, de 12 anos, foge de casa depois que os pais abusivos vendem uma de suas irmãs. Em seu caminho nas ruas pobres da cidade ele acaba sendo acolhido pela refugiada Rahil, e recorre aos tribunais para processar seus pais. Vencedor do Prêmio Especial do Júri do Festival de Cannes 2018, já está em cartaz nos cinemas brasileiros.

    ‘Assunto de Família’ | Oscar 2019

    Indicado ao Oscar de filme estrangeiro, ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2018. O cineasta japonês Hirokazu Kore-eda, muito popular nos festivais de cinema, é conhecido por abordar temas familiares em suas produções. Dessa vez ele aponta para uma família pobre, que comete pequenos furtos e, mesmo diante das dificuldades financeiras, acolhe uma menina vítima de maus tratos. Já está em cartaz nos cinemas.

    Filmes do Oscar 2019 por compra avulsa e TV por Assinatura


    ‘Nasce uma Estrela’ | Oscar 2019

    Indicado a oito Oscars, incluindo melhor filme, ator (Bradley Cooper) e atriz (Lady Gaga), é favorito na categoria canção original com “Shallow”, composta por Gaga. Quarta versão da história de uma jovem cantora que se apaixona por um ídolo country, estreou nos cinemas em outubro, e ainda pode ser visto em diversas salas do país, mas também está disponível no Now (Net) em pré-lançamento.

    ‘Pantera Negra’ | Oscar 2019

    Com sete indicações, incluindo melhor filme, é a primeira história de super-heróis a concorrer nesta categoria, e grande favorito aos prêmios técnicos. O herói da Marvel em seu filme solo é apresentado como T’Challa, que regressa à isolada Wakanda e é testado enquanto rei e Pantera Negra, para salvar seu povo e o planeta. Já disponível no Now (Net) e no canal Telecine, foi uma das maiores bilheterias do cinema mundial em 2018.

    ‘Ilha dos Cachorros’ | Oscar 2019

    Indicado nas categorias animação e trilha sonora original, o stop-motion do cineasta Wes Anderson se passa no Japão, onde um político corrupto aprova uma lei que proíbe a presença de cachorros na cidade de Megasaki. Um menino de 12 anos se recusa a ficar longe do seu cachorro, e parte em uma aventura para resgatá-lo. Vencedor do Urso de Prata de melhor diretor do Festival de Berlim 2018, está disponível no Now (Net).

    Streaming, no cinema ou na TV: Onde encontrar e assistir aos filmes do Oscar 2019 via Hypeness

    Postador por Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmArte e Cultura

    O contraste impactante entre os dois mundos em que vivemos é o tema desta série fotográfica

    Se você ainda duvidava do poder social da fotografia, é bom dar uma olhada no projeto Dollar Street, que clica crianças de diferentes realidades com seus brinquedos favoritos, ou analisar as impactantes fotos vencedoras deste prêmio de fotojornalismo. Os fanáticos por história podem até preferir imagens do dia-a-dia das Panteras Negras nos anos 60 e 70. Difícil mesmo é ficar imune ao poder de um bom clique.

    Esse é o recurso utilizado por Uğur Gallen para evidenciar as diferenças impactantes entre mundos contrastantes. De um lado, pessoas de classe média vivendo normalmente. De outro, vidas marcadas pela guerra e pela violência.

    Eu vivo na Turquia, que está localizada ao lado de uma das regiões mais perigosas no mundo moderno. O contraste entre esses territórios reflete dois mundos diferentes para mim, o que me inspirou a retratar isso em meu trabalho

    destaca Uğur em um texto escrito para o Bored Panda.

    Confira algumas das imagens impactantes reunidas pelo artista:

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

    contrastes entre os dois mundos em que vivemos - Uğur Gallen

     

    O contraste impactante entre os dois mundos em que vivemos é o tema desta série fotográfica via Hypeness

    Postador por

    Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmArte e Cultura

    Fotos históricas restauradas digitalmente

    Antes da década de 70, era praticamente impossível dar cores às fotos originalmente impressas em preto e branco. A colorização básica até existia, mas exigia pintar cuidadosamente a cor no filme e os resultados não ficavam muito fiéis.

    Graças aos computadores, a colorização digital revolucionou esse processo. O trabalho ainda é difícil e demorado, mas o resultado é fiel e, muitas vezes, transforma as fotos em verdadeiras obras de arte, especialmente registros históricos.

    O trabalho é conduzido de forma a combinar as cores da maneira mais próxima possível e, muitas vezes, os artistas precisam adivinhar as cores e escolhê-las de forma a harmonizar com o restante da imagem.

    Confira abaixo dez registros históricos que impressionam em suas versões coloridas:

    Soldados em um abrigo cheio de escombros na França durante a Primeira Guerra Mundial, em 1917.
    Soldados em um abrigo cheio de escombros na França durante a Primeira Guerra Mundial, em 1917.

    A caça submarina de um índio nativo americano de Ojibwe, em Minnesota, em 1908.
    A caça submarina de um índio nativo americano de Ojibwe, em Minnesota, em 1908.

    Alojamentos lotados no campo de prisioneiros de Buchenwald, em abril de 1945.
    Alojamentos lotados no campo de prisioneiros de Buchenwald, em abril de 1945.

    Audrey Hepburn, em 1953.
    Audrey Hepburn, em 1953.

    Crianças lambendo blocos de gelo durante uma onda de calor em Nova York, no ano de 1912.
    Crianças lambendo blocos de gelo durante uma onda de calor em Nova York, no ano de 1912.

    Homens desempregados ao lado de fora do restaurante de sopa de Al Capone em Chicago, durante a Grande Depressão, em 1931.
    Homens desempregados ao lado de fora do restaurante de sopa de Al Capone em Chicago, durante a Grande Depressão, em 1931.

    Jornal vespertino noticia o afundamento do Titanic no dia 15 de abril de 1912.
    Jornal vespertino noticia o afundamento do Titanic no dia 15 de abril de 1912.

    Mary Winson, fundadora e presidente da Limited Suffrage Society durante o movimento de sufrágio americano por volta de 1910.
    Mary Winson, fundadora e presidente da Limited Suffrage Society durante o movimento de sufrágio americano por volta de 1910.

    Menina russa de 18 anos olha para a lente da câmera durante a libertação do campo de concentração de Dachau em 1945.
    Menina russa de 18 anos olha para a lente da câmera durante a libertação do campo de concentração de Dachau em 1945.

    O Pelé, em São Paulo, em 1958.
    O Pelé, em São Paulo, em 1958.

    Fotos históricas restauradas digitalmente via Updated Or Die

    Postador por

    Meme Digital – Agência Digital em Campinas