• EmCreative

    Nova Campanha do Burger King Mostra Whopper Em Decomposição

    Conhecido por criar campanhas promocionais inusitadas, curiosas e, especialmente, que buscam provocar a concorrência, a nova publicidade da rede de fast-food Burger King é tudo isso e mais um pouco. Voltada para promover o aspecto natural da nova linha de sanduíches da marca, a propaganda agora apresenta, em um curto vídeo, o processo de decomposição de um Whopper, um dos principais sanduíches BK, após 34 dias encostado.

    “A beleza da comida real é que ela fica feia. É por isso que estamos lançando um Whopper livre de conservativos artificiais. Está chegando ao final de 2020 em todos os restaurantes nos Estados Unidos.”

    Chamando a atenção por apresentar realmente um processo feio, nojento e, para muitos, incômodo, a intenção da publicidade é exatamente essa, chocar o público e, claramente, revelar o que acontece com alimentos de verdade, diferentemente de outros casos já mostrados em diversos canais de YouTube onde sanduíches de fast-food conseguem ficar preservados por anos, assim como seus aperitivos.

    A campanha, chamada carinhodamente de “A beleza sem conservantes artificiais”, revela um sanduíche que, ao final dos 34 dias de “preservação”, começa a apresentar diversos pontos de mofo, com a carne ganhando uma textura estranha e coberta de camadas estragadas. Além disso, a própria estrutura do pão cede, mostrando um desgaste natural em todos os gêneros alimentícios que é possível encontrar no Whopper.

    Segundo informado pelo Burger King, mais de 400 unidades de restaurantes norte-americanos já contam com a eliminação dos conservantes artificiais, com mais de 90% dos ingredientes lives de corantes e aditivos e com 100% deles livres de glutamato monossódico e xarope de milho com alto teor de frutose.

    A rede de fast-food anunciou que já retirou os conservantes artificiais dos sanduíches Whopper em várias unidades de diversos países europeus, dessa vez anunciando que, até o final de 2020, a intenção é remover totalmente das mais de de seus 7.300 lojas dos Estados Unidos, incluindo de toda sua linha do cardápio (sanduíches, acompanhamentos e sobremesas) e não somente do Whopper.

    A ação equipara-se a uma medida tomada pelo McDonald’s ainda em 2018, quando anunciou que também estaria eliminando os aditivos artificiais de sete de seus principais sanduíches.

    Infelizmente ainda não há informações sobre quando a iniciativa poderá chegar ao Brasil.

    Nova Campanha do Burger King Mostra Whopper Em Decomposição via Mega Curioso
    Postado por Meme Digital

  • EmCreative

    3 segredos sobre a criatividade de Walt Disney

    Aos 22 anos, Walt Disney era demitido do jornal local com a terrível justificativa de “não ser criativo o suficiente”. É difícil imaginar que uma das cabeças mais geniais de nossa história passou por isso.

    Disney chegou a ser rejeitado por não ser tão criativo mas provou para a humanidade criando um universo fantástico de sonhos que encanta gerações. O que ele precisava era lapidar seu potencial criativo. A diferença é que alguns de nós acabamos esquecendo disso ao longo da vida.

    Passamos boa parte do nosso tempo tentando desenvolver a criatividade que sempre esteve lá escondida por baixo de crenças limitantes, preconceitos e barreiras mentais.

    Você sente que isso acontece com você?

    O autor Robert Dilts estudou o processo criativo de Walt Disney no seu livro Estratégias de um gênio: volume 1 e identificou 3 papéis exercidos por Disney em suas criações:

    1. Sonhador

    Ao adotar a postura do Sonhador, Disney usava todo seu potencial de imaginação para criar as ideias mais fantásticas possíveis, sem pensar se seriam lucrativas ou viáveis.

    Tire um momento para se reconectar com o que é parecido a se imaginar livre. Agora pense sobre a visão geral do seu “sonho”. Visualize-o de forma criativa e sem inibições, como se tudo fosse possível. Considere os benefícios de alcançá-lo.

    Para ajudá-lo a pensar com mais clareza, se estiver fazendo a estratégia sozinho, faça cada pergunta em voz alta e também responda em voz alta (em cada uma das fases).

    O que eu quero?

    O que eu vou estar fazendo – e onde eu vou estar fazendo isso?

    Quando vou começar? Onde? Por quê?

    Quais são os benefícios de se alcançar isso?

    O que isso significa para mim como pessoa?

    Como é que isso vai beneficiar aqueles que estão próximos de mim?

    2. REALISTA

    Em um segundo momento, o Realista tinha que criar meios para colocar as ideias em prática, sem medir esforços para que isso acontecesse.

    Conecte-se com seus sentimentos no “modo de planejamento”. Agora, agindo como se o sonho fosse totalmente possível e viável para você, venha com um plano para torná-lo uma realidade.

    Faça isso de uma maneira prática e realista. A razão é desenvolver um plano de ação detalhado e gerenciável.

    Como posso fazer esse sonho acontecer?

    Quais são as principais partes ou seções deste sonho? Como é que eles seguem um ao outro?

    Que passos devo tomar para fazer com que cada segmento aconteça?

    Por que esse passo é necessário? E esse? E esse?

    Que recursos (tempo, pessoas, dinheiro, etc.) eu preciso para fazer isso acontecer?

    O que eu vou ver e ouvir e que será a prova de que cada pedaço foi alcançado?

    O que eu vou ver e ouvir e que será a prova de que o sonho foi alcançado?

    3. CRÍTICO

    Por fim, o Crítico entrava em cena com a intenção de lapidar, como um diamante bruto, as ideias preconcebidas.

    A primeira solução nunca era melhor na visão dele. E, conforme esse processo cíclico de criação se repetia, mais melhorias eram executadas. Lembre-se que você está agindo como um crítico construtivo.

    Quais são os pontos fracos nesse plano?

    O que está faltando?

    O que é inadequado?

    Que problemas podem ocorrer?

    Quem poderia objetar? Quem será afetado desfavoravelmente por ele?

    Quando e onde ele pode não funcionar? Ou não ser desejável?

    Mais alguma deficiência nesse plano?

    Descubra o que funciona ou não para você. Não há melhor jeito de ser mais criativo(a) do que usando a sua imaginação!

    Os 3 segredos revelados sobre a criatividade de Walt Disney via aprendeai

    Postador por Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmCreative

    Músicos tocam instrumentos feitos de gelo em ação do Greenpeace

    Em mais uma ação para conscientizar o público dos efeitos e perigos da fragilidade cada vez maior do meio ambiente frente o aquecimento global, o Greenpeace decidiu ir até o Ártico para criar um show… feito de gelo. A convite da entidade, quatro músicos viajaram até a região para fazer uma performance da canção “Memórias do Oceano” com instrumentos feitos do material, uma condição só possível graças às baixas temperaturas do continente – que chegam a fica abaixo dos -12 graus Celsius.

    Com sinos, cornetas, um violoncelo e um instrumento de percussão construídos primariamente de gelo, o espetáculo foi feito para divulgar uma petição da própria ONG que clama aos governantes ao redor do globo que ajudem na criação de um tratado pela preservação dos oceanos, especialmente no advento de novas regulações que protejam pelo menos 30% das águas até o ano de 2030.

    A campanha não vem sem motivo. A região do Ártico em 2019 vem vivendo até o momento o seu pior ano em termos de degelo, com a temperatura média de seus mares tendo chegado a ficar 8 graus acima do normal nestes quatro primeiros meses. “Ao jogar os holofotes sobre o oceano Ártico e a perda de gelo, nós queremos enfatizar a necessidade imediata por santuários oceânicos não apenas para o polo norte, mas para o planeta inteiro” declara o ativista oceânico Halvard Raavand sobre a ação; “Ao longo do próximo ano, os governantes estão negociando com as Nações Unidas para um Tratado Global dos Oceanos que pode pavimentar o caminho para a criação de uma rede de santuários oceânicos”.

    Além da performance musical (que você pode conferir na íntegra acima), o Greenpeace ainda pretende realizar no próximo ano a sua mais ambiciosa expedição, uma viagem de polo a polo que parte do Ártico e cobre todos os mares fora das regiões nacionais.

    Você pode assinar a petição aqui.

    Músicos tocam instrumentos feitos de gelo em ação do Greenpeace para preservação dos oceanos via b9

    Postador por Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmCreative

    10 dicas para ser criativo e se inspirar

    Nada pior do que sentarmos em frente ao computador e nada vir a mente não é mesmo?

    A falta de criatividade (e de inspiração) é um verdadeiro pesadelo para qualquer profissional criativo.

    Sendo assim, confira 10 dicas para exercitar a criatividade e se manter inspirado:

    Observe

    Ser um bom observador está intimamente ligado ao dom da criatividade. Se você não tem o hábito de observar tudo o que o rodeia, faça isso como exercício.

    Observe os detalhes das construções, dos símbolos nas placas de trânsito, as características das pessoas em sua volta. Quando estiver conversando com alguém, observe seu modo de falar, sua linguagem, sua postura.

    É bem provável que um insight criativo aconteça no meio de alguma observação.

    Analise

    Um ótimo exercício quando vamos ao shopping ou ao supermercado: quando se deparar com uma vitrine ou uma embalagem de algum produto, analise suas características. Não tenha medo de colocar seu senso crítico para funcionar.

    Depois, pense no que faria de diferente para mudar aquilo que analisou, seja para dar um aspecto mais interessante, para “despoluir” o visual, ou mesmo para chamar mais atenção do público-alvo.

    Ouça música

    Ouvir uma boa música pode ser a chave para ter uma boa ideia. Procure, pelo menos algumas vezes, fazer disso um exercício mental: preste atenção em cada acorde, em cada batida, na harmonia dos instrumentos ou nas técnicas vocais do cantor.

    Analise a letra, as rimas, o sentido (muitas vezes subjetivo) de uma determinada frase.

    Às vezes, aquela música que você já ouviu centenas de vezes assume um outro significado quando analisada mais de perto.

    Assista filmes

    Não apenas assista, mas perceba os detalhes envolvidos em cada filme. A iluminação, a fotografia, a trilha sonora, os efeitos especiais. Tudo é válido para despertar a criatividade.

    Há uma infinidade de elementos que estão presentes nos filmes e que muitas vezes passam despercebidos quando só prestamos atenção na história em si.

    Após assistir, tente ir além: pesquise sobre a obra. É uma adaptação de um livro? Uma refilmagem de um clássico? Quem é o diretor? Qual seu estilo? Tais pesquisas também estimulam a criatividade.

    Aproveite seu sono

    Para alguns profissionais, dormir mais de seis horas é luxo. Mas lembre-se que uma mente criativa precisa descansar.

    Por mais que o trabalho esteja acumulado, evite criar o hábito de passar noites em claro. Até mesmo carros de Fórmula 1 precisam parar no Pit Stop durante a corrida. Portanto, não force a barra.

    Quando acordar de uma bela noite de sono, tente lembrar dos seus sonhos. Esse é um exercício bem interessante para estimular a memória e, quem sabe, procurar ideias criativas no mundo onírico.

    Leia e escreva muito

    Quando lemos (principalmente histórias envolventes) nosso cérebro cria os cenários, as falas, as situações. Isso, por si só, já é o mais puro grau da criatividade. Tenha o alvo de ler pelo menos um livro por mês.

    Se não costuma escrever, tente fazer isso. Iniciar um diário, um livro de crônicas ou de poemas pode ser um ótimo exercício para sair da zona de conforto e criar.

    Aproveite os momentos de ócio

    Convenhamos: ninguém é ativo todo o tempo. Existe aquele momento em que seu único desejo é… fazer nada! Quando isso acontecer, saiba tirar proveito dessa situação.

    Navegar aleatoriamente na internet pode te fazer descobrir algum site útil. Rabiscar em uma folha de papel enquanto ouve sua banda preferida pode servir pra organizar suas ideias. Bater papo com um amigo pode despertar uma ideia fantástica.

    Seja qual for a atividade que você faz quando quer mergulhar no ócio, esteja sempre preparado para “fisgar” novas ideias, até mesmo nessas situações.

    Organize suas coisas

    Organize a mesa de trabalho de uma forma em que não perca tempo procurando coisas importantes. Tenha sempre em vista folhas de rascunho e um lápis ou caneta.

    Se algo está ocupando espaço na sua mesa, mas você não usa, simplesmente guarde em um outro lugar.

    O mesmo vale para os documentos em seu computador. Organize seus arquivos por pastas, divida seu HD, limpe arquivos desnecessários, deixe sua área de trabalho o mais clean possível.

    Desafie-se

    É muito fácil “estacionar” em sentido profissional, principalmente quando se trabalha sozinho. Por isso, faça desafios a si mesmo, regularmente.

    Por exemplo: se você é um ilustrador, mas não sabe nada de edição de vídeo, desafie-se a criar um vídeo estilo “speed art” de algum trabalho seu. Isso o estimulará a aprender novas habilidades, que poderão ser úteis futuramente.

    Comece com pequenos desafios, e, assim como em um jogo, aumente a dificuldade à medida que consegue completá-los.

    Tenha paixão pelo que faz

    Sim, pode parecer repetitivo, mas é essencial: se você não é apaixonado pelo seu trabalho, está desperdiçando boa parte da sua vida.

    Trabalhar com criatividade é algo que pode ser extremamente recompensador. Ver um projeto que surgiu em sua mente ganhar forma e ser finalizado é um privilégios que poucos tem.

    E você, tem alguma dica para acrescentar nessa lista? Comente abaixo!

    10 dicas para exercitar a criatividade e se manter inspirado via designerd

    Postador por Meme Digital – Agência Digital em Campinas

  • EmCreative

    Ambev embaralha nomes de suas marcas em ação

    A Cervejaria Ambev, pela primeira vez na história, une suas marcas em prol do consumo inteligente de bebidas alcoólicas.

    Em uma ação de marketing recente, algumas marcas de cerveja Ambev apareceram nas redes sociais com as letras de seus nomes trocadas: Skol virou “Sokl”, Stella Artois se transformou em Sltela Atrios, Budweiser mudou para “Bwedusier” e Brahma foi trocada para “Bhamra”.

    No mês dedicado à conscientização da segurança no trânsito, também conhecido como “Maio Amarelo”, a campanha convida os consumidores a pensarem sobre os efeitos que o álcool tem no organismo e reforça a importância de se beber com responsabilidade, ou seja, nunca quando for dirigir e sempre com moderação: “Às vezes, você bebe e acha que está tudo em ordem. Mas não está”, disse a marca.

    “A campanha nasceu de um insight do próprio consumidor. O objetivo é relembrar que a regra é clara: se beber, não dirija”, declarou Alexandre Costa, diretor de Marketing da Cervejaria Ambev.
  • EmCreative

    Dia Mundial da Criatividade: ações no Brasil e no mundo

    A criatividade é a base e o combustível de praticamente qualquer atividade profissional: dos ofícios mais burocráticos aos mais artísticos. E é graças a essa força criativa que nos move que é celebrado o Dia Mundial da Criatividade, que acontece nos dias 21 e 22 de abril com diversas ações no Brasil e no mundo.


    Em 2017, a ONU – Organização das Nações Unidas, reconheceu o dia 21 de abril como data oficial para celebrar a criatividade em todo o mundo. Em 2018, Lucas Foster ativou, através da ProjectHub e LabCriativo, 13 cidades brasileiras para celebrarem a criatividade através de diversas atividades acontecendo ao mesmo tempo, em todo o território nacional.

    No Brasil são 52 cidades, de norte a sul, inspiradas pela criatividade, incluindo São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Aracaju, Brasília, Manaus e Caxias do Sul. O evento também inclui cidades da Alemanha, Portugal, Sérvia e Índia.

    São centenas de ações que envolverão palestras, debates, workshops, tours, visitas, exposições e espetáculos a fim de celebrar e abrir caminhos para atividades e oportunidades para quem tem a criatividade como norte de seu trabalho.


    Veja a programação completa do DMC e faça a inscrição gratuita nas atividades de seu interesse!

  • EmCreative

    Design without limits

    Flora creative wordPress theme, nibh id iaculis hendrerit, orci enim dapibus mauris, in pulvinar lacus ante nec quam. Ut fringilla nec sapien vitae porttitor. Mauris aliquam, nisl vitae euismod feugiat, quam libero luctus mi, nec faucibus urna sem non eros. Nulla eget venenatis turpis, quis varius leo. Donec venenatis eros leo, ac laoreet justo maximus tristique. Phasellus ullamcorper tellus diam, in blandit sem efficitur quis. Proin suscipit massa ligula, eget maximus arcu aliquam at. Suspendisse egestas mollis semper. Cras ac purus pharetra, auctor elit quis, laoreet ex. Donec ullamcorper consectetur ex id ornare.

    Etiam hendrerit, nunc id pharetra venenatis, ligula dui faucibus mi, in ultricies mauris diam non nisi. Vestibulum non risus porta tellus cursus sagittis. Morbi risus libero, volutpat id felis quis, pellentesque tincidunt nisi. Donec at mi ut urna maximus suscipit et eget est. Curabitur tincidunt sit amet dolor vitae ullamcorper. Aenean dignissim est elit. Suspendisse mollis dolor at ipsum blandit viverra. Vestibulum laoreet nisi at velit tristique, venenatis aliquam elit vulputate. Suspendisse vehicula at felis sed tempor.